Faça você mesmo: alforjes

“Necessário. Somente o necessário. O extraordinário é demais. Eu digo necessário. Por isso é que essa vida eu vivo em paz”.

(Mogli)

Eles são um item fundamental para quem quer viajar, mas podem se transformar em uma questão se você esta com a grana muito curta. Sim, os alforjes! Fiz uma pesquisa rápida aqui pela internet e não encontrei nenhum modelo mais barato do que R$ 200,00.

Para quem esta considerando comprar um para viajar, ou ainda, para tirar o peso das costas pedalando no dia a dia, uma dica que eu acho bem válida é: invista em um modelo impermeável. Eu já tive alguns alforjes que não eram impermeáveis e cedo ou tarde, acabava molhando roupas, utensílios e eletrônicos. Por isso independente da marca, do modelo ou do tamanho, acho vale considerar se o produto é impermeável ou não. Para mim essa característica é o que faz um alforje realmente valer a pena, na estrada ou na cidade.

Mas se você não esta MESMO podendo mesmo comprar um alforje para viajar nesse momento, não se preocupe! Além de procurar espaços invisíveis na cidade e no mundo, eu pesquiso muito sobre dicas úteis para cicloviajantes.

E uma das dicas mais preciosas que eu encontrei em matéria de alforjes, foi no blog desse ciclista espanhol aqui que ensina a fazer alforjes de galões de plástico. Além da vantagem de serem baratos, eles são impermeáveis.  Você vai precisar ter de um pouco de habilidade com parafusos, furadeiras e um pouco de disposição para encontrar ou mesmo fazer os seus próprios ganchos. Mas o que vale é a criatividade!

alforja trasera DSC_0044 DSC_0057

Para fazer os alforjes ele utilizou:

– Dois galões de plástico de 25 litros (se for reaproveitar, certifique-se de que o material que ocupou galão não é tóxico e pode prejudicar o uso depois)

corte de bidón para tapa corte del bidón

– dois ganchos;

– duas molas;

vista trasera con muelle y ganchos

– parafusos;

– fitas de nylon para mochilas e fechos de plástico.

despiece de bidón-alforja

A parte mais complexa são a das molinhas que prendem a parte de traz dos alforjes. Eu confesso que preciso testar na prática para ver se esse tipo de “ancoragem” realmente funciona. Mas encontrei esse vídeo aqui que é bem ilustrativo para traduzir esse sistema de segurar o alforje no quadro da bike:

https://www.youtube.com/watch?v=noCNXUsmyYs

Outro vídeo bacana que pode te ajudar é esse aqui:

https://www.youtube.com/watch?v=GIz6fe5EEk8

Para mim alforjes são mais do que um simples item de sobrevivência em uma cicloviagem. Eles são um verdadeiro tutorial para entendermos o que realmente é necessário nessa vida.

Desde que eu coloquei meus pertences em um e sai viajando, comecei a ver que quanto menos peso a gente tem, seja na bike, seja no coração, mais longe a gente chega.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s